Todo Dia Com as Escrituras

Deuteronômio 13:1-18 (leia aqui)

Um falso profeta é particularmente perigoso quando surge de dentro do povo de Deus. Todos os apóstolos soaram o alarme contra esses propagadores de doutrinas malignas que “com suaves palavras e lisonjas, enganam o coração dos incautos” (Romanos 16:18; 2 Pedro 2:18; 1 João 2:19; Judas 4). “Não ouvirás”, ordena o versículo 3 – mas ao contrário: “Andareis após o SENHOR, vosso Deus, e … ouvireis a sua voz” (v. 4)! Para o Bom Pastor, a segurança consiste em que se conheça bem a Sua voz (João 10:4-5). Assim as ovelhas não terão problema algum em fazer a distinção – e fugir – da voz do estranho. Outro perigo, não menos sutil, são as más influências, muitas vezes mais perigosas quando advindas de um amigo íntimo. “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (1 Coríntios 15:33). Tenhamos coragem de romper um relacionamento que tende a nos desviar do Senhor (Lucas 14:26). Finalmente, o mal pode assumir uma natureza coletiva: uma cidade inteira pode ser infectada pelo mal. O crente fiel é chamado a se afastar de todo círculo religioso no qual, à luz da Palavra de Deus, ele será corrompido pela iniqüidade (2 Timóteo 2:19).

Agora Vejo

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança