Quem é você?

Daniel Lima

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Quem é você? Eu já me apresentei como filho do “Seu” Délio e da “Dona” Cora, como irmão do Junior e do Dario. Passei por um tempo em que fui só Daniel, mas logo me tornei namorado, noivo e finalmente esposo da Ana Paula, depois pai de Raquel, Rebeca, Davi e Rafael. Há algumas semanas fui buscar minha neta no colégio e, pela primeira vez, fui reconhecido como o avô da Chloe...

Não é curioso como nossa identidade parece estar sempre ligada a algum relacionamento? Mesmo quando me apresento como Daniel, pastor, professor, mentor, escritor, todas estas referências são externas. Se você, como eu, é cristão, então concorda comigo que nossa identidade é mais bem definida por quem somos diante de Deus.

Lendo o evangelho de João, vejo Jesus respondendo essa pergunta de várias formas. Dentre várias respostas, veja estas, por exemplo:

  • Messias (4.26);
  • Pão da vida (6.35);
  • Luz do mundo (8.12);
  • Bom pastor (10.11);
  • Ressurreição e vida (11.25);
  • Caminho, verdade e vida (14.6);
  • Videira verdadeira (15.1).

Na maioria destas respostas, Jesus afirma sua identidade sem precisar apelar para referenciais externos. Afinal, ele declara: “Eu afirmo que antes de Abraão nascer, Eu Sou!” (Jo 8.58).

Reparem que ele não afirma que antes de Abraão ele era. Sua afirmação – que é um eco direto do Antigo Testamento, quando Moisés encontrou-se com Deus – é “Eu Sou”. Com esta afirmação ele está declarando que não há um referencial fora dele.

Nossa identidade é mais bem definida por quem somos diante de Deus.

De que maneira isso afeta sua vida, seu dia a dia? O mundo está sempre dizendo a você que você precisa ter conexões para ser alguém importante (sou amigo de...), ou então você precisa fazer algo muito especial (eu sou formado em...), ou então você precisa ter algo especial (meu carro, minha casa, minha carreira...). Como seres humanos, nós precisamos de um referencial. Quanto mais poderoso, absoluto e seguro for este referencial, melhor. Quero desafiá-lo a explorar o que nós somos em Cristo! Quero desafiá-lo a conhecer sua verdadeira identidade. Cada aspecto de quem somos em Cristo nos fortalece, nos ajuda a vivermos como Deus nos fez. Deixe-me sugerir uma lista inicial de passagens abaixo. Leia cada trecho e reflita sobre de que modo este aspecto de sua identidade afeta seu viver. Não dê ouvidos ao mundo quando este diz que você não é inteligente o suficiente, ou bonito(a) o suficiente, ou forte o suficiente. Repare que a ênfase do mundo está em ser suficiente. Por isso afirmamos que nossa suficiência está em Cristo.

  1. Eu fui justificado(a) – totalmente perdoado(a) e feito justo(a) (Romanos 5.1);

  2. Eu morri com Cristo, e morri para o poder do pecado (Romanos 6.1-6);

  3. Eu estou eternamente livre da condenação (Romanos 8.1);

  4. Eu fui adotado(a) na família de Deus (Romanos 8.23; Gálatas 4.5; Efésios 2.19);

  5. Eu fui colocado(a) em Cristo pela mão de Deus (1Coríntios 1.30);

  6. Eu recebi o Espírito de Deus em minha vida (1Coríntios 2.12);

  7. Eu recebi a mente de Cristo (1Coríntios 2.16);

  8. Eu fui comprado(a) por um preço; eu não me pertenço, mas pertenço a Deus (1Coríntios 6.19-20);

  9. Eu fui estabelecido(a), ungido(a) e selado(a) por Deus em Cristo, e eu recebi o Espírito Santo (2Coríntios 1.21; Efésios 1.13-14);

  10. Visto que eu morri, já não sirvo mais para mim mesmo(a), mas para Cristo (2Coríntios 5.14-15);

  11. Eu fui feito(a) justo(a) (2Coríntios 5.21);

  12. Eu não vivo mais, mas Cristo vive em mim (Gálatas 2.20);

  13. Eu fui abençoado(a) com todas as bênçãos espirituais (Efésios 1.3);

  14. Eu fui escolhido(a) em Cristo antes da fundação do mundo para ser santo(a), e não tenho culpa diante do Senhor (Efésios 1.4);

  15. Eu fui redimido(a) e perdoado(a), e recebo a graça abundante do Senhor (Efésios 1.6-8);

  16. Eu recebi vida junto com Cristo (Efésios 2.5);

  17. Eu ressuscitei e me assentei com Cristo no céu (Efésios 2.6);

  18. Eu tenho acesso direto a Deus, mediante o Espírito Santo (Efésios 2.18);

  19. Eu posso aproximar-me de Deus com ousadia, liberdade e confiança (Efésios 3.12);

  20. Eu fui liberto(a) do domínio de Satanás e transferido(a) para o reino de Cristo (Colossenses 1.13);

  21. Eu fui redimido(a) e perdoado(a) de todos os meus pecados. Meu débito foi cancelado (Colossenses 1.14);

  22. Eu estou firmemente enraizado(a) em Cristo, e nele estou sendo edificado(a) (Colossenses 2.7);

  23. Eu fui completo(a) em Cristo (Colossenses 2.10);

  24. Eu morri com Cristo e ressurgi com Cristo. Minha vida está escondida com Cristo, em Deus. Agora, Cristo é a minha vida (Colossenses 3.1-4);

  25. Eu recebi um Espírito de poder, de amor e de autodisciplina (2Timóteo 1.7);

  26. Eu fui salvo(a) e separado(a), de acordo com a vontade de Deus (2Timóteo 1.9; Tito 3.5);

  27. Eu tenho o direito de me aproximar ousadamente diante do trono de Deus, a fim de receber misericórdia, e encontrar graça que me ajude em tempos de necessidade (Hebreus 4.16);

  28. Eu recebi promessas preciosas e magníficas da parte de Deus, mediante as quais eu me tornei participante da natureza divina do próprio Senhor (2Pedro 1.4).

Minha oração é que você e eu possamos descansar em nossa identidade eterna em Cristo!

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Daniel Lima foi pastor de igreja local por mais de 25 anos. Formado em psicologia, mestre em educação cristã e doutor em formação de líderes no Fuller Theological Seminary, EUA. Daniel foi diretor acadêmico do Seminário Bíblico Palavra da Vida por 5 anos, é autor, preletor e tem exercido um ministério na formação e mentoreamento de pastores. Casado com Ana Paula há mais de 30 anos, tem 4 filhos, uma neta e vive no Rio Grande do Sul desde 1995.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Leia também

Novos voos
Novos voos
Daniel Lima
Insatisfação - Uma Enfermidade dos Nossos Dias
Insatisfação - Uma Enfermidade dos Nossos Dias
Norbert Lieth
O que vale a pena ser celebrado?
O que vale a pena ser celebrado?
Daniel Lima
A Alegria da Fraqueza
A Alegria da Fraqueza
Daniel Lima
O Princípio de Mordecai
O Princípio de Mordecai
Thomas Lachenmaier
Como devemos enfrentar a iniquidade?
Como devemos enfrentar a iniquidade?
Daniel Lima
Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

O Reino Vindouro

R$59,90

Como foi nos dias de Noé

R$31,90

1 e 2Tessalonicenses

R$34,90

Provérbios

R$32,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes