Duas mulheres, dois legados

Daniel Lima

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

A história do povo de Israel é contada principalmente por meio de homens, especialmente a história real. No entanto, seria tolo supor que as mulheres não tiveram impacto ou influência. Percebe-se nas entrelinhas, e, em alguns casos, com clareza, o impacto de mulheres sobre suas famílias. O nome de Jezabel, por exemplo, é famoso como uma mulher que influenciou negativamente seu marido, o rei Acabe, desviando o povo a praticar todo tipo de idolatria.

No entanto quero falar de uma das filhas desse casal: Atalia. Ela casou-se com o rei de Judá, Jeorão, e manteve os hábitos de sua mãe, sendo uma péssima influência em sua vida e na vida do povo de Judá. A própria Bíblia liga a perversidade desse rei à influência dessa mulher: “Andou nos caminhos dos reis de Israel, como também fizeram os da casa de Acabe, porque era casado com uma filha dele [Atalia]. E Jeorão fez o que era mau aos olhos do Senhor” (2Crônicas 21.6). Jeorão, logo após assumir o trono, mandou matar todos seus irmãos, juntamente com mais alguns líderes. Seu governo foi tão ruim que, ao morrer, nem sequer foi lamentado. 

Atalia continuou influenciando o reinado de Judá por meio de seu filho Acazias, que por sua vez manteve os maus hábitos de seu pai. Como resultado, reinou por apenas um ano e foi morto. Nesse momento, a influência de Atalia ganhou dimensões inéditas na história de Israel. Sabendo da morte de seu filho, ela ordenou que toda a família real fosse morta. Assim, contrariando todas as instruções de Deus, ela mesma assumiu o trono e reinou por seis anos. É necessário fazer uma pausa e lamentar o estado de corrupção e apatia dos demais líderes de Judá, que não se levantaram para, em primeiro lugar, defender a família real (incluindo várias crianças), e, em segundo lugar, confrontar essa usurpadora perversa. O fim de Atalia é descrito no capítulo 23 de 2Crônicas. Trataremos disso no próximo artigo, mas é evidente que essa mulher deixou-se levar por um plano satânico de interromper a linhagem de Davi, da qual viria o Messias, conforme a profecia (1Crônicas 17), aquele que pisaria a cabeça da serpente (Gênesis 3.15).

Assinante Plus

Muito embora se possa perceber a agenda de Satanás, nosso Deus é soberano e não permite que suas promessas sejam negadas. Por meio de outra mulher, ele manteve a linhagem de Davi! Na mesma descrição da trágica decisão de Atalia, lemos a provisão salvadora de Deus em 2Crônicas 22.10-12:

Quando Atalia, mãe de Acazias, soube que seu filho estava morto, mandou matar toda a família real de Judá. Mas Jeoseba, filha do rei Jeorão, pegou Joás, um dos filhos do rei Acazias que iam ser assassinados, e o colocou num quarto, junto com a sua ama. Assim Jeoseba, filha do rei Jeorão, mulher do sacerdote Joiada e irmã de Acazias, escondeu Joás de Atalia, de forma que ela não pôde matá-lo. Seis anos ele ficou escondido com elas no templo de Deus, enquanto Atalia governava o país.

Não sabemos muito sobre Jeoseba, mas sabemos que era filha do antigo rei e irmã do rei recém morto, Acazias. É possível que ela fosse filha de Atalia, muito embora suas ações indiquem um compromisso totalmente diferente. Ainda no verso 11 temos outra informação. Ela era casada com o sacerdote Joiada (guarde esse nome, pois esse homem teve grande impacto nesse período da história).

Muito embora se possa perceber a agenda de Satanás, nosso Deus é soberano e não permite que suas promessas sejam negadas.

O clima naquele momento era extremamente perigoso. Se a mãe do falecido rei não teve problema em mandar matar todos os seus netos e toda a família real, o que a impediria de matar também Jeoseba? No entanto, essa mulher tomou um jovem príncipe ainda bebê e o escondeu. Como era esposa do sumo sacerdote, ela e sua família moravam no complexo do templo.

Por seis anos, durante o reinado de Atalia, essa mulher criou o pequeno Joás. A tradição judaica determina que, até essa idade, a criança seja responsabilidade principalmente da mãe. Não sabemos muito sobre esse lar. Sabemos que o pai era um sacerdote fiel (falaremos mais dele no próximo artigo). Sabemos que pelo menos um outro filho desse casal se tornou um profeta, e inclusive pagou com sua vida por isso. É muito razoável supor que Jeoseba criou Joás como se fosse seu filho e o criou no temor do Senhor. Certamente também Joiada teve sua influência, mas o legado de Jeoseba é inegável.

O legado de Jeoseba foi a manutenção da linhagem de Davi, confirmando a promessa de Deus para seu povo.

Não creio que ela tinha ideia da extensão de seu ato corajoso. O mais provável é que, diante das decisões perversas de Atalia, ela tenha se revoltado e, tomando o bebê, o escondeu, para depois pensar sobre o que faria. Uma decisão corajosa que gerou um impacto eterno. O legado de Jeoseba foi a manutenção da linhagem de Davi, confirmando a promessa de Deus para seu povo.

Os tempos hoje também são trágicos. Decisões perversas são tomadas o tempo todo. Provavelmente poucos de nós passamos por situações tão dramáticas, mas minha oração por minha vida e pela sua é que nosso legado seja como o de Jeoseba, que, contrariando o bom senso de omitir-se, tomou uma atitude e deixou-se usar por Deus.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Daniel Lima (D.Min., Fuller Theological Seminary) serviu como pastor em igrejas locais por mais de 25 anos. Também formado em psicologia com mestrado em educação cristã, Daniel foi diretor acadêmico do Seminário Bíblico Palavra da Vida (SBPV) por cinco anos. É autor, preletor e tem exercido um ministério na formação e mentoreamento de pastores. Casado com Ana Paula há mais de 30 anos, tem quatro filhos, dois netos e vive no Rio Grande do Sul desde 1995. Ele estará presente no 25º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Leia também

Defendendo o indefensável
Defendendo o indefensável
Daniel Lima
O Plano de Deus Com Israel
O Plano de Deus Com Israel
Burkhard Vetsch
Isaque
Isaque
Thomas Lieth
Memórias de um herói esquecido
Memórias de um herói esquecido
David Lazarus
A Cronologia Escatológica de Joel
A Cronologia Escatológica de Joel
Norbert Lieth
Mantendo-se em Pé
Mantendo-se em Pé
Daniel Lima
Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$43,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

R$39,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes