Como servir o Senhor?

Stefan Yuri Wondracek

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

 Você já deve ter percebido que existem algumas posições e tipos de serviço dentro da igreja que são, digamos assim, mais bajulados. Enquanto que para varrer o chão após um evento contamos com um ou dois voluntários solícitos, para tocar ou cantar na banda do louvor temos voluntários sobrando.

Não quero aqui levianamente menosprezar o tipo de serviço público para exaltar os trabalhos realizados nos bastidores, mas é preciso entender que o Senhor nos chama ao serviço, o qual intrinsecamente está ligado ao próximo, em detrimento de si mesmo.

Neste breve texto, quero salientar três aspectos que devemos considerar se queremos servir o Senhor, seja no contexto eclesiástico ou fora dele, como, por exemplo, a pessoas que estão passando por necessidades específicas.

Assinante Plus

1. Faça tudo com excelência

Deus é perfeito, e ele não deseja de nós nada menos que perfeição. É claro que nunca atingiremos os padrões divinos de excelência, mas de coração devemos buscar oferecer a ele o que temos de melhor. No Pentateuco, Deus instrui que as ofertas oferecidas deveriam ser perfeitas, sem qualquer tipo de defeito e sempre da melhor qualidade. Em Números 8.8, por exemplo, diz que a oferta de cereais deveria ser feita com a “melhor farinha”. Quando você for servir alguém, faça aquilo que você gostaria que fizessem por você, nada menos do que isso, se possível até melhor do que isso. Esse é o padrão.

Quando você for servir alguém, faça aquilo que você gostaria que fizessem por você, nada menos do que isso, se possível até melhor do que isso.

2. Faça algo que lhe custe

Quando comprou a eira de Araúna, o rei Davi disse: “Não! Eu vou comprar de você pelo que vale. Porque não oferecerei ao Senhor, meu Deus, holocaustos que não me custem nada” (2Samuel 24.24). Todo serviço nos custa algo – seja tempo, esforço, dinheiro ou até mesmo honra. Ao Senhor entregamos nossa vida e tudo o que temos. Quando fazemos uma boa ação que não nos exija certo sacrifício, é bem provável que estejamos fazendo para nossa própria glória e comodidade.

3. Faça com o coração grato

Servir o Senhor é o maior privilégio que temos.

Se o serviço não for feito com base em sua gratidão a Deus, está sendo feito de modo errado. Nosso serviço deve ser feito com muita alegria e satisfação. Paulo escreve em 2Coríntios 9.7 que Deus ama aquele que dá não por obrigação, mas com alegria.

Servir o Senhor é o maior privilégio que temos. Siga esse filtro antes de se oferecer ao serviço e sua oferta será agradável a Deus.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Stefan Yuri Wondracek é formado em design gráfico pela Universidade Feevale e teologia pelo Instituto Bíblico Palavra da Vida Argentina. Concluiu uma especialização em aconselhamento bíblico pelo Seminário Bíblico Palavra da Vida (SBPV), em Atibaia/SP, em 2018. É casado com a Julia e pai do Artur, da Lara e da Débora Amira. Atualmente é obreiro na Igreja Batista Conde, em Porto Alegre/RS, servindo principalmente no pastoreio da nova geração e contribuindo no setor de comunicação.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Leia também

Vivendo nos Últimos Dias
Vivendo nos Últimos Dias
Ron J. Bigalke
Ouvindo a Deus no meio do ruído
Ouvindo a Deus no meio do ruído
Daniel Lima
Interação e Fidelidade
Interação e Fidelidade
Daniel Lima
Afasta de mim este cálice?
Afasta de mim este cálice?
Daniel Lima
Dores secretas
Dores secretas
Daniel Lima
As lições do Afeganistão
As lições do Afeganistão
Daniel Lima
Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$43,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

R$39,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes