Todo Dia Com Jesus

Atos 6:1-15

O harmonioso retrato da Igreja descrito em Atos 2:42 e 4:32 já ficou turvado. No meio dos discípulos há murmuração, ou seja, uma reclamação que não se atreveram a fazer em voz alta. Estejamos atentos para não dar margem a tais murmurações de descontentamento ou de inveja, pois o "exterminador" vale-se delas para perturbar a comunhão dos filhos de Deus (1 Coríntios 10:10).

Para remediar este estado de coisas são eleitos diáconos ("servos" no texto grego). Nós não imaginaríamos que até para servir às mesas é necessário estar "cheio do Espírito Santo" (v. 3). Mas estar "cheio do Espírito Santo" é o estado normal do cristão, e também pode ser o nosso, se o desejarmos de todo o coração! Porém isso não implica pedir, como pensam alguns, por uma experiência ou por uma renovada vinda do Espírito Santo. Ele já habita no crente. O que é preciso é ceder-lhe todo o controle do templo do nosso coração.

Em Estêvão, particularmente, o Espírito Santo manifesta-Se sob Suas três virtudes características: o poder, o amor e a moderação (ou seja, o entendimento; compare versos 8 e 10 com 2 Timóteo 1:7). As obras (v. 8) e as palavras (v. 10) desse servo de Deus silenciam seus adversários, que precisam subornar falsas testemunhas contra ele (comparar com Mateus 26:59). Mas, mesmo com todas essas acusações, seu rosto brilha com a beleza celestial (v. 15).

Preocupação

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança