Todo Dia Com Jesus

Lucas 20:41-47 e 21:1-9

O Senhor Jesus tratou com os ricos e os pobres, com os instruídos e os ignorantes, com os lisonjeiros e os opositores. Em Sua perfeita sabedoria, Ele discerne os motivos e os sentimentos de todos, e ante cada um toma uma atitude que convém ao seu estado espiritual. Ele denuncia a vaidade e a avareza dos líderes do povo e previne os que poderiam ser enganados por eles. Ele vê como as viúvas acabam sendo as presas da ganância dos escribas; e por isso sublinha a oferta de uma dentre as mais pobres. Ao colocar seus últimos recursos no gazofilácio, ela deposita toda a sua confiança em Deus, mostrando que depende unicamente d'Ele (1 Timóteo 5:5; 2 Coríntios 8:1-5). O Senhor não considera tanto o que cada um dá, mas o que cada um guarda para si. Ele não conta da mesma maneira que nós (v. 3) e isto é um alento para todos os que não podem dar muito (2 Coríntios 8:12). Quantas "moedas" serão fortunas no tesouro celestial! (Compare 12:13 e 18:22).

Alguns se encantam pelas belas pedras e ornamentos do templo. Mas aqui também o Senhor Jesus julga de modo diferente. Ele conhece o interior do templo e o compara a uma cova de ladrões (19:46). Declara-lhes então qual será a sorte dessas coisas que o homem tanto considera e admira (v. 6).

Compartilhe: 
Islamismo em Foco

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança