Saudação final: parte 2 (5.12-14)

Norbert Lieth

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

“Aquela que se encontra na Babilônia, também eleita, manda saudações...” (1Pedro 5.13). A meu ver, não há razões para entender “Babilônia” como sinônimo para “Roma”. Alguns teólogos possuem essa opinião e acreditam que Pedro utilizou aqui um pseudônimo.

É verdade que, nessa época, o estilo de vida decadente e o luxo de Roma foram caracterizados como babilônicos, por exemplo na comédia “Adelphoe”, de Terêncio[1]. Mesmo assim, não acredito que Pedro faça tal alusão.

Abaixo cito alguns argumentos que favorecem uma menção literal à Babilônia:

  • Assim está escrito e devemos sempre dar prioridade à interpretação literal, a menos que o texto sugira convincentemente outra interpretação.

  • Se, por exemplo, em Apocalipse 17.5 fala-se do mistério “Babilônia”, então fica claro que é um símbolo para outra coisa. Mas esse não é o caso em 1Pedro.

  • Scofield, em sua Bíblia de estudo, escreve: “As referências geográficas em 1.1 podem falar a favor da Babilônia como o local da escrita”.

  • Não é insignificante que o apóstolo Paulo também não tenha usado outro nome para Roma; ele escreveu “Roma” quando se referia a Roma.

  • Em Hebreus 13.24, o escritor da carta aos Hebreus envia saudações da Itália e provavelmente também se refere à Itália: “Saúdem todos os seus líderes, bem como todos os santos. Os da Itália mandam saudações”. Por que, então Pedro usaria um pseudônimo?

    Assinante Plus

  • Por outro lado, deve-se considerar que naquela época a Babilônia era o centro do judaísmo fora de Israel, de modo que até mesmo o Talmude Babilônico se desenvolveu lá.

  • O imperador romano Calígula trouxe, em 41 d.C., uma grande perseguição contra os judeus na Babilônia.

  • Aparentemente, no Pentecostes, os judeus de Jerusalém que vieram daquela região e voltaram para a Babilônia foram convertidos, então pode-se supor que uma igreja se desenvolveu ali (Atos 2.9).

  • Devemos também considerar que Pedro foi o apóstolo dos judeus. Isso apenas reforça o fato de que ele estava lidando com os judeus na Babilônia. Ou esta carta foi escrita na Babilônia ou Pedro recebeu uma saudação da Babilônia, que ele passou adiante. Em todo caso, não era um pseudônimo para Roma.

  • Os apóstolos testificam consistentemente que não devemos nos envergonhar do evangelho ou de sofrer por causa de Jesus. Então, por que Pedro usaria um pseudônimo para Roma?

  • Uma vez que a primeira carta de Pedro também é uma carta profética, a menção da Babilônia faz mais sentido, principalmente porque essa cidade desempenha novamente um papel importante em Apocalipse 17–18. Os crentes são chamados em Apocalipse para deixar a Babilônia (Apocalipse 18.4). De acordo com isso, haverá novamente um número considerável de judeus messiânicos na Babilônia nos últimos dias, e estes receberão orientação especial para sua situação através das cartas de Pedro e das demais cartas judaicas, entre outras coisas.

Nota

  1. Karl-Heinz Vanheiden, Bibel-Chronik, vol. 5 (Dillenburg, Alemanha: Christliche Verlagsgesellschaft, 2009), p. 160, nota 12.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Norbert Lieth nasceu em 1955 na Alemanha, sendo missionário na América do Sul entre 1978 e 1985. Casado, tem 4 filhas. Hoje faz parte da liderança da Chamada da Meia-Noite em sua sede, na Suíça. O ponto central de seu ministério é a palavra profética, sendo autor de diversos livros e conferencista internacional. Ele estará presente no 25º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Leia também

Confiança em governantes: um novo paganismo?
Confiança em governantes: um novo paganismo?
Daniel Lima
Consertar, trocar ou aguardar?
Consertar, trocar ou aguardar?
Daniel Lima
O Deserto Sagrado
O Deserto Sagrado
Bill Lawrence
Medo, nosso companheiro indesejado
Medo, nosso companheiro indesejado
Daniel Lima
Conselhos de um Idoso
Conselhos de um Idoso
Daniel Lima
O Cristão e o Princípio da Causalidade
O Cristão e o Princípio da Causalidade
Daniel Lima
Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$43,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

R$39,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes