Saudação final: parte 1 (5.12-14)

Norbert Lieth

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Pedro encerra sua primeira carta da seguinte forma: “Escrevi e enviei esta breve carta com a ajuda de Silas, a quem lhes recomendo como irmão fiel. Meu objetivo ao escrever é encorajá-los e garantir-lhes que as experiências pelas quais vocês têm passado são, verdadeiramente, parte da graça de Deus. Permaneçam firmes nessa graça. Aquela que está na Babilônia, escolhida assim como vocês, lhes envia saudações, e também meu filho Marcos. Cumprimentem uns aos outros com um beijo de amor. Paz seja com todos vocês que estão em Cristo” (1Pedro 5.12-14, NVT).

Versículo 12

Silas foi quem escreveu essa carta, ditada por Pedro. Ele é descrito como um “irmão fiel” por Pedro. Não somente isso, mas “a quem lhes recomendo como irmão fiel”. Ele era fiel a Deus, fiel aos apóstolos e fiel às igrejas. Fidelidade a Deus é demonstrada na fidelidade para com os irmãos. Alguns desejam ser totalmente fiéis ao Senhor, mas acabam se distanciando dos outros cristãos; ocupam-se apenas consigo mesmos e só enxergam suas próprias questões. Somos fiéis a Deis? Somos fiéis à sua Palavra? Somos fiéis aos nossos irmãos e irmãs? Nosso relacionamento com Deus se reflete em nosso relacionamento com os outros.

Nosso relacionamento com Deus se reflete em nosso relacionamento com os outros.

“Meu objetivo ao escrever é encorajá-los e garantir-lhes que as experiências pelas quais vocês têm passado são, verdadeiramente, parte da graça de Deus.” Tornar essa verdade conhecida era evidentemente muito importante para Pedro. O apóstolo, com a dupla afirmação “encorajá-los e garantir-lhes”, deixa claro que não tolera nada além da graça; nenhuma salvação própria através das tradições, rituais ou práticas judaicas.

Assinante Plus

A “graça de Deus” se relaciona a toda a carta (cf. 1Pedro 1.3,23), mas especialmente às palavras anteriores, nos versículos 10 e 11. É claro que isso também se aplica a todo o Novo Testamento. A verdadeira graça de Deus salva sem nossa ação; ela repousa unicamente em Deus, em Cristo Jesus. Bem-aventurado aquele que reivindica esta graça com fé e vive baseado nela.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Norbert Lieth nasceu em 1955 na Alemanha, sendo missionário na América do Sul entre 1978 e 1985. Casado, tem 4 filhas. Hoje faz parte da liderança da Chamada da Meia-Noite em sua sede, na Suíça. O ponto central de seu ministério é a palavra profética, sendo autor de diversos livros e conferencista internacional. Ele estará presente no 25º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Leia também

Como lidar com a polarização?
Como lidar com a polarização?
Daniel Lima
Aprendendo com as Repreensões de Cristo à Igreja Primitiva
Aprendendo com as Repreensões de Cristo à Igreja Primitiva
Jeff Kinley
E agora, José?
E agora, José?
Daniel Lima
Formação Espiritual: À Imagem de Cristo
Formação Espiritual: À Imagem de Cristo
Daniel Lima
Para que Sua Vida Não Desmorone
Para que Sua Vida Não Desmorone
Norbert Lieth
Decepções e Devoção
Decepções e Devoção
Daniel Lima
1 de Marco
Pérolas Diárias

1 de Marco

"...Embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do inimigo. Tomai também o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus." (Efésios 6.16-17)

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$39,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

de R$39,90
por R$31,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes