O exemplo de Jesus como nosso modelo: parte 2 (3.18-22)

Norbert Lieth

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

O batismo e a arca de Noé

Lemos no versículo 21: “O batismo, que corresponde a isso, agora também salva vocês, não sendo a remoção das impurezas do corpo, mas o apelo por uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo”.

Com isso, tudo o que aconteceu à época de Noé e em torno da arca é uma figura para a conversão e para a igreja do Novo Testamento.

  • A era da igreja também é limitada.

  • Cada dia de edificação da igreja representa um dia da graça. Vivemos, assim, num tempo da graça. Pedro esclarece ao escrever: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a julguem demorada. Pelo contrário, ele é paciente com vocês, não querendo que ninguém pereça, mas que todos cheguem ao arrependimento” (2Pedro 3.9).

  • Nesse período da graça, Deus demonstra ser paciente, convidando todas as pessoas.

  • Quando se completar a plenitude das nações, o arrebatamento acontecerá e virá a onda do juízo de Deus em forma da grande tribulação.

É por isso que o versículo seguinte diz: “Porém, o Dia do Senhor virá como um ladrão. Naquele dia os céus passarão com grande estrondo, e os elementos se desfarão pelo fogo. Também a terra e as obras que nela existem desaparecerão” (2Pedro 3.10).

Durante todo esse período, Noé serviu como mensageiro de Deus, pois ele construía a arca com fé e cria no término do período da graça e num juízo futuro. Noé acreditava nos anúncios proféticos de Deus.

E nós, como estamos? Estamos construindo a arca chamada “igreja” porque cremos que o período da graça se esgotará? Estamos envolvidos com a profecia porque cremos que Jesus voltará?

O batismo serve de figura para a conversão: “O batismo, que corresponde a isso, agora também salva vocês, não sendo a remoção das impurezas do corpo, mas o apelo por uma boa consciência para com Deus, por meio da ressurreição de Jesus Cristo” (1Pedro 3.21).

O que é o batismo? Por meio dele, a pessoa declara que a sua vida até então foi entregue à morte e, por meio da ligação com Jesus, adquire uma nova vida. “Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos seus pecados, e vocês receberão o dom do Espírito Santo” (Atos 2.38).

A pessoa se arrependia, estava em Cristo e imediatamente era batizada. Noé e sua família foram salvos através da água e o pecado afundou.

O que não é o batismo? O batismo não é uma simples lavagem exterior do corpo como ocorre em cerimônias ou rituais de purificação praticados no judaísmo e em outras religiões. Noé foi salvo porque estava dentro da arca e não porque foi lavado com água.

O que é o batismo? Significa que interiormente estamos puros e libertos, que somos perdoados e que através disso recebemos boa consciência da parte de Deus (certeza da salvação), tudo isso mediante o poder da ressurreição de Jesus dentre os mortos.

Assim como Noé, que, por estar na arca que passou pelas águas do juízo, veio através da arca para uma nova terra e assim para uma nova vida, assim nós passamos através do juízo e alcançamos a nova vida, da qual damos nosso testemunho com o batismo, por meio do batismo e pelo poder da ressurreição de Jesus (“na morte pelo batismo”, Romanos 6.4).

Assinante Plus

A ascensão de Cristo

“Que, depois de ir para o céu, está à direita de Deus, ficando-lhe subordinados anjos, potestades e poderes” (1Pedro 3.22).

Por meio do juízo do Dilúvio, Deus triunfou sobre o pecado. As pessoas que não quiseram se converter pereceram na torrente e foram levadas ao Seol. Deus triunfou sobre o pecado por meio da ressurreição de Jesus. Foi para isso que Jesus morreu na cruz. Ele então ressurgiu dentre os mortos, sentou-se à direita de Deus e de lá voltará.

Pedro escreveu aos judeus que se afastaram do pecado de seu povo e da rejeição a Jesus mediante arrependimento e batismo. O princípio que Pedro aqui anuncia aos judeus é o mesmo que outrora ele havia pregado aos judeus de Jerusalém:

“Pedro respondeu: ‘Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão dos seus pecados, e vocês receberão o dom do Espírito Santo. Porque a promessa é para vocês e para os seus filhos, e para todos os que ainda estão longe, isto é, para todos aqueles que o Senhor, nosso Deus, chamar’. Com muitas outras palavras deu testemunho e exortava-os, dizendo: ‘Salvem-se desta geração perversa. Então os que aceitaram a palavra de Pedro foram batizados, havendo um acréscimo naquele dia de quase três mil pessoas’” (Atos 2.38-41).

A destruição de Jerusalém, no ano 70 d.C., ainda não havia acontecido. Os judeus deveriam ser salvos dela, desde que aceitassem a Palavra (não como as pessoas à época de Noé, “os quais, noutro tempo, foram desobedientes”, 1Pedro 3.20). Eles deveriam se arrepender, batizar-se no nome de Jesus e assim ser separados e salvos daquela geração em erro, a qual posteriormente pereceu no juízo.

Algo semelhante acontecerá futuramente na grande tribulação. Ela será como um dilúvio do juízo de Deus. Também nessa época os judeus serão conclamados a se arrependerem para serem salvos. Dessa vez os judeus provavelmente darão atenção especial às cartas de Pedro, e as seguirão. Todo judeu conhece a história de Noé; ao então observar as explicações de Pedro e compará-las à época pela qual eles deverão passar, será possível reconhecer essa possibilidade de salvação.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Norbert Lieth nasceu em 1955 na Alemanha, sendo missionário na América do Sul entre 1978 e 1985. Casado, tem 4 filhas. Hoje faz parte da liderança da Chamada da Meia-Noite em sua sede, na Suíça. O ponto central de seu ministério é a palavra profética, sendo autor de diversos livros e conferencista internacional. Ele estará presente no 25º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Leia também

Cultivando sua Salvação
Cultivando sua Salvação
Daniel Lima
Cristo Nasceu em seu Coração?
Cristo Nasceu em seu Coração?
Daniel Lima
Cuidado com o que você deseja
Cuidado com o que você deseja
Daniel Lima
Exercendo Nossa Cidadania de Maneira Digna
Exercendo Nossa Cidadania de Maneira Digna
Daniel Lima
Como a contemplação fortalece nossa fé?
Como a contemplação fortalece nossa fé?
Daniel Lima
Como reagir a mudanças?
Como reagir a mudanças?
Daniel Lima
24 de Junho
Pérolas Diárias

24 de Junho

"Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito." Provérbios 4.18

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$43,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

R$39,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes