Como superar o sofrimento: parte 2 (4.12-19)

Norbert Lieth

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Pelo poder do Espírito Santo

A versão Bíblia King James (BKJ) traduz da seguinte forma o versículo 14 de 1Pedro 4: “Se sois censurados pelo nome de Cristo, felizes sois, porque o Espírito de glória e de Deus repousa sobre vós; por eles, ele é blasfemado, mas por vós, ele é glorificado”.

O motivo da alegria mencionada antes é que todo aquele que sofre por amor a Cristo pode se considerar bem-aventurado.

Todo sofrimento certamente tem alguma relação com isso – quando duvidamos de nós mesmos, quando o Diabo nos sussurra algo no ouvido, quando outros não nos compreendem, quando se é sujeito a sofrimento físico e a fé é pressionada por essas coisas, então com certeza também sofremos por amor a Jesus e pelo testemunho de Deus. Tiago diz: “Eis que consideramos felizes os que foram perseverantes. Vocês ouviram a respeito da paciência de Jó e sabem como o Senhor fez com que tudo acabasse bem; porque o Senhor é cheio de misericórdia e compaixão” (Tg 5.11).

A confirmação do Espírito Santo nos dá força e segurança para superar as provações.

Em tais situações podemos apelar à presença do Espírito Santo em nós, o penhor da nossa glória. Passamos por provações na vida porque o Espírito Santo vive em nós. Se ele não estivesse em nós, também não passaríamos por provações. Esse também é um motivo por que podemos nos considerar “bem-aventurados”. A confirmação do Espírito Santo nos dá força e segurança para superar as provações.

Por meio de confissão intencional

“Que nenhum de vocês sofra como assassino, ou ladrão, ou malfeitor, ou como quem se mete na vida dos outros. Mas, se sofrer como cristão, não se envergonhe; pelo contrário, glorifique a Deus por causa disso” (v. 15-16).

Pedro trata agora do oposto ao sofrimento por amor a Cristo. Aqui temos sofrimentos que infringimos a nós mesmos, que nada têm a ver com perseguição ou com aquilo que ocorre por amor a Jesus: por exemplo, o sofrimento decorrente de mau procedimento, da interferência em coisas que não nos dizem respeito, criando perturbação com isso. Em sofrimentos dessa espécie, o Espírito Santo não nos apoia com consolo, mas nos traz advertência.

Quem, porém, sofre como cristão, não tem motivo para se envergonhar, mas já por isso ganha a oportunidade de confessar e de se tornar um testemunho para a glória de Deus por meio do que suporta.

Lembremo-nos de que também os desconfortos de que não temos culpa podem contribuir para glorificar o Senhor por meio do nosso procedimento correto.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Norbert Lieth nasceu em 1955 na Alemanha, sendo missionário na América do Sul entre 1978 e 1985. Casado, tem 4 filhas. Hoje faz parte da liderança da Chamada da Meia-Noite em sua sede, na Suíça. O ponto central de seu ministério é a palavra profética, sendo autor de diversos livros e conferencista internacional. Ele estará presente no 25º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Leia também

As lições do Afeganistão
As lições do Afeganistão
Daniel Lima
Jesus é Suficiente
Jesus é Suficiente
William MacDonald
O Senhor Renova nossas Forças
O Senhor Renova nossas Forças
Ernesto Kraft
Nossa Herança Familiar
Nossa Herança Familiar
Daniel Lima
Pandemia e Cabanas
Pandemia e Cabanas
Daniel Lima
Filipos, Grécia (Domingo, 28 de maio)
Filipos, Grécia (Domingo, 28 de maio)
Daniel Lima
28 de Maio
Pérolas Diárias

28 de Maio

"Eis que ponho em Sião uma pedra angular, eleita e preciosa; e quem nela crer não será de modo algum envergonhado." 1 Pedro 2.6

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

A Cronologia do Fim dos Tempos

R$43,90

Manual de Escatologia Chamada

R$79,90

Atos

R$119,90

Liderando Mulheres em Conflito

R$39,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes