A proclamação do evangelho (2.9-10)

Norbert Lieth

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

“Vocês, porém, são geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamar as virtudes daquele que os chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Antes, vocês nem eram povo, mas agora são povo de Deus; antes, não tinham alcançado misericórdia, mas agora alcançaram misericórdia” (1Pedro 2.9-10).

Existem quatro premissas nas quais a missão da proclamação do evangelho se baseia:

  1. “geração eleita”;

  2. “sacerdócio real”;

  3. “nação santa”; e

  4. “povo de propriedade exclusiva de Deus”.

Esse posicionamento quádruplo provém exclusivamente de Deus. Foi ele que os elegeu porque vieram a Jesus (2.4). Ele os tornou sacerdócio real, santificou-os e tornou-os sua propriedade exclusiva.

Isso destina-se a anunciar as virtudes (feitos meritórios) daquele que é capaz de realizar o que é impossível aos homens, isto é, resgatá-los das trevas deste mundo e da própria alma em direção à sua maravilhosa luz. As virtudes de Deus são aquilo por meio do que ele tornou possível a nossa salvação: seu amor, sua decisão de salvar, seu sacrifício em Cristo, sua disposição de nos perdoar e de nos renovar por meio do novo nascimento, sua sabedoria e seus julgamentos e caminhos (p. ex. Romanos 11.33-36).

Um destaque para a ideia de “proclamar” (verso 9): somos chamados a participar ativamente da proclamação da salvadora mensagem de Deus. Esta é a nossa vocação primordial. Toda a orientação e o objetivo da nossa vida deverão dedicar-se a essa missão – e nisso se inclui tanto o contador da igreja como a equipe de limpeza e o pregador.

Somos chamados a participar ativamente da proclamação da salvadora mensagem de Deus.

Pedro também aplica o versículo 10 primariamente à parcela judia do povo de Israel que passou a crer em Jesus Cristo. Este versículo reporta-se à declaração do profeta Oseias (1.9; 2.23). O apóstolo Paulo aplica essa passagem aos gentios convertidos (Rm 9.24-26).

Embora a parte descrente de Israel tivesse sido chamada como nação para ser o povo de Deus, ela perdeu as respectivas bênçãos porque não tinha mais relacionamento com ele. Os que então se chegaram por meio da fé a Jesus como seu Messias tornaram-se agora seu povo, tendo alcançado desde já o que Israel ainda experimentará no futuro (Mateus 19.28; Romanos 11).

Assinante Plus

O cristão, seja qual for sua origem e nacionalidade, tornou-se parte de um povo totalmente novo, isto é, fundiu-se num povo só que nunca existira antes. Antes disso, o mundo estava dividido em judeus e gentios; agora, consiste em judeus, gentios e a igreja. Segundo o versículo 9, tornamo-nos um povo de sua propriedade. Esse é o segredo do fato de os cristãos das mais diversas raças e origens sempre encontrarem uns aos outros sobre uma base comum.

Os versículos seguintes, até o versículo 17 do capítulo 3, fornecem diversas orientações sobre o procedimento na vida diária. Analisaremos eles a partir do próximo texto.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Norbert Lieth nasceu em 1955 na Alemanha, sendo missionário na América do Sul entre 1978 e 1985. Casado, tem 4 filhas. Hoje faz parte da liderança da Chamada da Meia-Noite em sua sede, na Suíça. O ponto central de seu ministério é a palavra profética, sendo autor de diversos livros e conferencista internacional. Ele estará presente no 22º Congresso Internacional Sobre a Palavra Profética, organizado pela Chamada.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Leia também

Nossa Herança Familiar
Nossa Herança Familiar
Daniel Lima
Intimidade e Fidelidade
Intimidade e Fidelidade
Daniel Lima
O Cristão e o Princípio da Causalidade
O Cristão e o Princípio da Causalidade
Daniel Lima
Terminando bem
Terminando bem
Daniel Lima
A Caminhada Cristã e as Olimpíadas
A Caminhada Cristã e as Olimpíadas
Daniel Lima
Cuidado com o que você deseja
Cuidado com o que você deseja
Daniel Lima
AS RESPOSTAS DA BÍBLIA
Boa Semente 2022

AS RESPOSTAS DA BÍBLIA

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. (Atos 4:12)

19 de Janeiro
Pérolas Diárias

19 de Janeiro

"Evita discussões insensatas, genealogias, e contendas, e debates sobre a lei; porque não têm utilidade e são fúteis." (Tito 3.9)

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Destaques

O Reino Vindouro

de R$59,90
por R$29,95

Como foi nos dias de Noé

R$31,90

1 e 2Tessalonicenses

R$34,90

Provérbios

R$32,90

Receba o informativo da Chamada

Artigos Recentes