Congresso Profético

Todo Dia Com Paz

Terça-feira 10 Janeiro

E louvou aquele senhor o injusto mordomo por haver procedido prudentemente, porque os filhos deste mundo são mais prudentes na sua geração do que os filhos da luz. E eu vos digo: fazei para vós amigos das riquezas da injustiça; para que, quando vos faltarem, vos recebam eles nos tabernáculos eternos. Quem é fiel no mínimo, também é fiel no muito; quem é injusto no mínimo, também é injusto no muito

(Lucas 16:8-10).

O MORDOMO INJUSTO

O mordomo injusto perdoou uma parte considerável do que os devedores deviam ao seu senhor e com isso colocou-os sob uma obrigação. Quando ele perdesse o seu emprego, eles deveriam suprir comida e alojamento para eles. Seu senhor o elogiou não pela sua infidelidade nas por sua astúcia.

Jesus explica o elogio do senhor: "os filhos do mundo" não têm reservas quanto a levar vantagem por meios inteligentes, Mesmo que frequentemente isso envolva injustiças. Por outro lado, "os filhos da luz" isto é, os discípulos do Senhor Jesus têm interesses mais nobres; eles usam apenas métodos moralmente corretos, e isso restringe o uso da astúcia.

O mordomo injusto pensou e tomou providências quanto ao futuro hoje. Essa foi a única coisa exemplar acerca do seu comportamento, e o Senhor Jesus destacou a mesma. Ele explica como seus discípulos deveriam lidar com dinheiro e propriedades, o mamom injusto. É injusto porque suas aquisições conduzem à desonestidade. A propriedade em si mesmo pode conduzir a injustiça ou alienar o coração de alguém de Deus.

Os cristãos não devem se considerar como donos de suas posses terrestres, mas como mordomos de Deus, administrando as mesmas de acordo com Sua mente e generosidade. Isso prova que são discípulos do Senhor Jesus a caminho do céu, onde serão recebidos como "amigos".

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança