Todo Dia Com as Escrituras

Números 1:22-37 (leia aqui)

Em alguns países, hoje ainda, vinte anos é a idade na qual os jovens tem obrigações com o serviço militar. Se reconhecido como capacitado a portar armas, o recruta passa a ter uma obrigação com sua pátria. A partir do dia em que é convocado, ele renuncia à sua vida pessoal para se submeter ao serviço comunitário. Aprende o respeito aos superiores, o conceito de disciplina, de serviço e de honra; e é treinado para o combate (Lucas 7:8). Não tem essa “conclamação à bandeira” uma aplicação espiritual para cada jovem cristão? É óbvio que não será já no dia de sua conversão, que esse “bebê em Cristo” será totalmente capaz de “partir para a guerra”. A família de Deus é composta de “filhinhos”, de “jovens” e de “pais” (1 João 2:13). Assim como os vários filhos numa família se classificam em diversos estágios de crescimento, também os membros da família de Deus, embora unidos pela mesma vida e privilégios, também possuem diversos níveis de capacidade e responsabilidade. Mas em todos deveria se manifestar crescimento (Lucas 2:40, 52). Chegará o momento em que um ”filhinho” se tornará num jovem no sentido espiritual, forte, com a experiência de ter vencido o maligno (1 João 2:14), que há de se desenvolver num adulto, de acordo com Hebreus 5:14. Temos atingido esse nível? Ou, ao contrário, não temos feito progresso algum desde nossa conversão?

Islamismo em Foco

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Compartilhe: 
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança