Todo Dia Com as Escrituras

Levítico 26:1-13 (leia aqui)

Há dois princípios divinos que sempre andam juntos: um é a soberana graça — admiramos sua atividade no capítulo 25. O outro é o governo, assunto deste capítulo. Enquanto Deus, de um lado, dá sem impor condições; por outro, Ele cuida de que cada um colha o que semeou. O Senhor se esforça para advertir Seu povo das conseqüências, boas ou más, da conduta boa ou má deles. E como Ele sempre tem em vista o bem, Ele começa a descrição das bênçãos que Israel terá se andar em obediência, não pelas ameaças, mas pelas promessas encorajadoras. Sem dúvida, essas são bênçãos terrenas em contraste com as dos cristãos, que são abençoados “com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo” (Efésios 1:3). Mas uma das promessas do Senhor, de valor incomparável, é compartilhada tanto por Seu povo terreno quanto pelo povo celestial: é a que está no versículo 12, que Paulo citou aos coríntios: “Andarei entre vós e serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo”. Isso transmite a mesma responsabilidade que Israel tinha para os cristãos: separar-se completamente de toda idolatria (2 Coríntios 6:16).

Islamismo em Foco

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Compartilhe: 
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança