Todo Dia Com Paz

Terça, 20 De Agosto

Deus é amor. Deus é luz, e não há nele trevas nenhumas.

1 João 4:8; 1:5

A NATUREZA DE DEUS

  Em muitas passagens da Bíblia, nós podemos ler acerca da onipotência de Deus como o Criador dos céus e da terra. Entretanto, Deus não demonstrou apenas Seu eterno poder e grandeza. Ele também revelou características decisivas de Sua essência em Sua Palavra: Deus é amor e Deus é luz. Essa é Sua verdadeira natureza.

  Deus é amor. Porque Deus é todo suficiente em Si mesmo, Ele não necessita de nada, e Seu amor não necessita de motivação externa para tornar-se ativo. Deus provou Seu amor para com a humanidade quando não existia nada que pudesse ser amado em nós. Quando nós éramos pecadores e inimigos de Deus, Ele deu Seu próprio Filho para morrer por nós (cf. Romanos 5:8, 10).

  O amor de Deus para com os homens está revelado em Sua graça, misericórdia, bondade e longaminidade (cf. Salmos 103:8; 136; Efésios 2:4).

  Deus também é luz, isto é, no sentido moral. Esse é o contraste representado pelas trevas morais que se apoderaram do homem por meio da queda. Qualquer indivíduo que reconhece a luz e a salvação que estão em Deus recebe compreensão e direção para sua vida (Salmo 27:1).

  Deus é luz. Isso significa que Ele é verdade. Ele é puro e santo e não pode ver nem tolerar o mal. Ele precisa puni-lo (cf. Habacuque 1:13; Isaías 6:3). Ao punir a maldade e recompensar o bem, Ele prova que é justo (cf. Gênesis 18:25).

  Algo da natureza de Deus já era conhecida no Antigo Testamento (cf. Êxodo 34:6-7), mas a mesma só foi revelada em toda a Sua glória quando o Filho de Deus veio à esta terra (cf. João 1:17-18).

Compartilhe: 
Curso online

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança