Todo Dia Com Paz

Segunda, 15 De Abril

Vinde então, e raciocinemos juntos, diz o SENHOR: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.

Isaías 1:18

O Convite De Deus

  Esta é uma oferta exclusiva. Nosso grande e sublime Deus se permite raciocinar junto com os seres humanos acerca dos nossos pecados. Aquele que é, de fato, o Juiz e que tem todo o direito de nos condenar justamente, está disposto a nos oferecer uma chance para falar. O que nós poderíamos, possivelmente, dizer? Isso é simples: “Deus, tem misericórdia de mim, um pecador”. Enquanto estivermos convencidos de nossos méritos, como o fariseu (cf. Lucas 18:11-14), nós não podemos ser justificados. “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça”, pois “o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado” (1 João 1:9, 7).

  Algumas vezes, podemos encontrar pessoas que pensam que no dia do julgamento serão capazes de justificarem a si mesmas encarando o próprio Deus. Elas nem sabem o quanto estão erradas. Jó, homem temente a Deus, estava muito à frente dessas pessoas há milênios. Ele reconheceu: “Se quiser contender com ele, nem a uma de mil coisas lhe poderá responder” (Jó 9:3). Isso será provado no Juízo final, quando todos que não se reconciliaram com Deus comparecerem diante do grande trono branco. Nenhuma pergunta será feita ali. Ninguém poderá permanecer, pois até o céu e a terra serão removidos da presença do Juiz (cf. Apocalipse 20:11). Agora é o tempo para uma confissão honesta diante de Deus. Você já fez isso? Se fizer, Ele te concederá paz e a vida eterna.  

Preocupação

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança