Todo Dia Com Paz

SÁBADO 29 Dezembro

Senhor meu Deus, em ti confio; salva-me… e livra-me.

(Salmo 7:1)

Meditações Sobre O Livro de Salmos (leia Salmo 7)

Para entendermos os salmos, e em particular não ficarmos espantados com algumas declarações severas sobre os ímpios, há um fato que jamais podemos perder de vista: tais afirmações se referem aos que não fazem parte da Igreja. Alguns salmos falam profeticamente do período posterior ao arrebatamento da Igreja.

Certamente podemos aplicar muitos desses versículos a nós mesmos: por exemplo, todos os que expressam confiança (v. 1), senso de injustiça (v. 9), louvor (v. 17) e muitos outros sentimentos. O presente momento ainda não é o tempo de clamarmos pelo julgamento de Deus. Nossa oração como cristãos não é “Declara-os culpados, ó Deus” (5:10). Devemos olhar para nosso supremo Exemplo e clamar: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lucas 23:34). Por outro lado, quando a era da graça acabar, e o Anticristo oprimir o fraco, porém fiel remanescente, será vontade de Deus que eles clamem pela destruição dos ímpios (Lucas 18:7). Pois somente desse modo e após o julgamento dos perversos é que o reinado terreno do Filho do Homem será estabelecido (Salmo 8).

Compartilhe: 
Guia Para Cristãos Desanimados

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança