Receptiva, profunda e firme: as características de uma vida espiritual

Lothar Gassmann

Mas as que caíram em boa terra são os que, com coração bom e generoso, ouvem a palavra, a retêm e dão fruto, com perseverança.” (Lucas 8.15)

Solos compactados, rochosos e cobertos de espinheiros não geram frutos. Estar fechado, ser superficial e propenso à sedução pode roubar da pessoa a salvadora Palavra de Deus ou nem permitir que ela alcance o seu íntimo. Como, porém, é possível obter frutos? – Se a semente for jogada em solo fértil. Esse solo bom e fértil corresponde ao homem espiritual.

A pessoa espiritual é caracterizada pela receptividade, profundidade e firmeza na compreensão. Ela é receptiva para ouvir, profunda em compreender e firme em conservar a Palavra de Deus.

A pessoa espiritual é receptiva para ouvir, profunda em compreender e firme em conservar a Palavra de Deus.

Ela se dispõe a ouvir. Ela abre seu coração quando ouve a pregação da Palavra de Deus. Ela pede a ajuda de Deus, no início da mensagem: “Senhor, abra o meu coração para a tua Palavra. Afasta de mim tudo o que possa atrapalhar e desviar, todos os bloqueios e desconfianças. Que eu esteja disposta para a tua mensagem. Concede que aquilo que eu ouvir traga fruto em minha vida”.

A pessoa espiritual é profunda na compreensão. Ela não se contenta com um “cristianismo de aleluia” que lhe promete sol radiante todos os dias. Não, ela vai mais a fundo. Ela descobre que na vida cristã também existem dias de seca e de sofrimento. Ao mesmo tempo, porém, ela conhece Jesus como o Senhor que a carrega também no sofrimento.

Além disso, a pessoa espiritual se firma na Palavra. A Palavra de Deus a alerta diante dos perigos das preocupações, da busca por riquezas e alegrias deste mundo. Ela conhece tudo que tenta seduzi-la para afastá-la de Jesus. Por isso, ela se apoia ainda mais na Palavra de Deus. Tanto mais ela se agarra à cruz do Senhor e fala para Deus: “E, na terra, nada mais desejo além de estar junto a ti” (Salmo 73.25b).

E nós, somos essas pessoas espirituais?!

Viver, para viver?
Viver, para morrer?
Viver, para antes da morte viver?
Viver, para depois da vida morrer?

Viver para viver
e nunca mais morrer
por meio dele, que é a vida!

Compartilhe: 

Lothar Gassmann nasceu em 1958 na cidade alemã de Pforzheim. É pregador, professor, evangelista e publicista. Escreveu numerosos livros, artigos e canções na área teológica. Desde 2009, é colaborador do Serviço das Igrejas Cristãs (CGD, na sigla original) e editor da revista trimestral Der schmale Weg [O Caminho Estreito]. Completou seu doutorado em teologia em 1992, na Universidade de Tubinga, na Alemanha.

Veja artigos do autor

Todos os textos da série

Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança