A Tragédia de Um Devoto a Deus: Lições da vida de Sansão

Compartilhe:  Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

A história trágica de Sansão se repetiu muitas vezes desde então. Os efeitos do insistente inimigo são inacreditáveis. Primeiro vem a debilidade mortal: “... ficando ele a ponto de morrer” (Juízes 16.16). – Desperte, meu irmão e minha irmã, você – Sansão – que está debilitado. O pecado anestesia e quebra a sua capacidade de decisão, ofusca a sua capacidade de discernimento. Depois acontece a incompreensível despreocupação de Sansão. O pecado cega completamente. Ele simplesmente anda sem discutir ao encontro de sua derrota. Vejo diante de mim os incontáveis “Sansões” que não querem abandonar um pecado. Você é um deles?

O pecado anestesiou a capacidade de decisão e ofuscou a capacidade de discernimento, cegando completamente Sansão.

A transição trágica na vida de Sansão foi: “Mas não sabia que o Senhor o tinha deixado” (verso 20). Esse homem consagrado a Deus, que tantas vezes podia confiar na vitória pela força do Senhor, só descobriu que este havia se afastado dele depois que o inimigo o atacou com toda força. Ele não havia percebido. – Também aqueles, os incontáveis que, mesmo em sua vida de fé em Jesus, não querem abandonar certos pecados, não sabem que o Senhor se afastou deles, e eles não imaginam que sua confiança no poder da vitória do Senhor, em meio aos perigos de morte, não tem mais fundamento por não estarem dispostos a viver seriamente. Também estes que esconderam do Senhor certas áreas de sua vida não veem que, por essa razão, ele se afastou. A maioria somente nota isso na hora da morte; então, no entanto, é muito tarde!

O que faz o inimigo quando consegue conquistar uma fortaleza antes consagrada a Deus? “Os filisteus o prenderam, furaram os seus olhos...” (verso 21). Cego! – Você também não consegue mais enxergar o Senhor Jesus por causa de sua obstinada desobediência? “... e o levaram para Gaza”. O levaram para baixo, para baixo foi o ungido de Deus. – E você, também está indo para baixo? “Prenderam-no com algemas...” Você também se encontra amarrado em algemas por um pecado insignificante? Elas tornaram o mundo de Sansão muito pequeno e sem sentido. “... e o puseram a girar um moinho na prisão”. Ele girava num mesmo círculo e estava sem perspectiva alguma.

Retorno ao Senhor

Havia um meio de retorno para Sansão? Sim! Podemos defini-lo com uma palavra: arrependimento.

Lá estava ele tateando entre as duas colunas da edificação, na qual se encontravam milhares de filisteus. Ali estava o anteriormente forte herói, agora impotente, cego, motivo de zombaria para seus inimigos. Subitamente ouviu-se, de seu peito, um brado de arrependimento diante de Deus: “Ó Soberano Senhor, lembra-te de mim! Ó Deus, eu te suplico, dá-me forças, mais uma vez...” (verso 28). Então o céu se abriu sobre ele e a força de Deus veio a ele novamente. O Senhor concedeu sua graça e perdoou todos os seus pecados. – E você, “Sansão”, clame ao Senhor com sincero arrependimento em seu coração. Confesse a ele os seus pecados. Fale a ele de seu lastimável fracasso.

Na história de Sansão vemos o Cordeiro sacrificado que, ao oferecer sua vida, por si mesmo venceu todos os inimigos, a morte, o inferno e Satanás.

Posso observar duas consequências do sincero arrependimento de Sansão:

  1. Ele colocou sua vida nesse arrependimento e clamou enquanto o poder de Deus se manifestava novamente em sua vida: “Que eu morra com os filisteus!” (verso 30). – Não há outra maneira além dessa. Quem de fato se arrepende abandona a própria e velha vida na morte do Senhor Jesus.

  2. Por meio da sua morte surge a luz do Cordeiro que morreu, mas é vitorioso. Surge diante de nossos olhos o milagre incompreensível: onde vemos Sansão sucumbir diante da morte e vencer mais inimigos do que venceu em sua vida (verso 30), vemos o Cordeiro sacrificado que, ao oferecer sua vida, por si mesmo venceu todos os inimigos, a morte, o inferno e Satanás (Colossenses 2.15).

E você, que talvez seja um “Sansão” desqualificado, você, consagrado a Deus cuja força está quebrantada pelo pecado, há para você uma maneira de retornar? Sim! É esta: curve-se diante de Deus em arrependimento. Nesse arrependimento, coloque sua própria vida pecaminosa na morte de Jesus, na cruz do Gólgota. Então você perceberá que ele transforma a maldição em bênção; que o poder do Senhor se renova em você; que a vitória de Jesus agirá em você mais do que antes, sim, ilimitadamente.

Compartilhe:   Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Facebook

Wim Malgo (1922-1992) nasceu em Maassluis, Holanda. Formou-se no Instituto Bíblico Beatenberg, na Suíça. Fundou a Obra Missionária Chamada da Meia-Noite na Suíça em 1955. Autor de mais de 40 livros, durante décadas suas mensagens bíblicas, proféticas e de santificação, profundas e atuais, transmitiram uma visão clara do plano de Deus e ajudaram inúmeras pessoas em sua vida de fé.

Veja artigos do autor

Itens relacionados na livraria

Batalhando Pela Fé

Batalhando Pela Fé

T. A. McMahon

Defender a fé não é coisa só para os "estudiosos". Todos os cristãos devem batalhar diligentemente pelos ensinos da fé dados por inspiração de Deus.

Jesus pode subir num pé de goiaba?

Jesus pode subir num pé de goiaba?

Daniel Lima

Reflexão sobre a campanha contra a futura ministra dos Direitos Humanos, a sra. Damares Alves, e o que os cristãos devem aprender e lembrar com isso.

Resistência Cristã!

Resistência Cristã!

Daniel Lima

Não importa o que aconteça, exerçam a sua cidadania de maneira digna do evangelho de Cristo.

Quem sabe não foi para um momento como este?

Quem sabe não foi para um momento como este?

Daniel Lima

A história relatada no livro de Ester pode trazer um grande ensinamento aos cristãos atuais, que podem estar se perguntando: por que eu? Por que agora?

O Mundo: Um Reino de Escuridão

O Mundo: Um Reino de Escuridão

William MacDonald

Na verdade o mundo é vazio. É apenas uma fachada. É uma piada doentia. Tudo o que ele oferece não pode satisfazer o coração humano.

Incrível Graça

Incrível Graça

Norbert Lieth

O Natal é a graça maravilhosa de Deus para todos os homens. O capitão de um navio que transportava escravos experimentou essa graça e escreveu o hino “Amazing Grace”.

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE SALMOS (Leia Salmo 102:1-15)
Boa Semente 2021

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE SALMOS (Leia Salmo 102:1-15)

Senhor, ouve a minha oração, e chegue a ti o meu clamor. (Salmo 102:1)

16 de Janeiro
Pérolas Diárias

16 de Janeiro

Vós, porém, amados, edificando-vos na vossa fé santíssima, orando no Espírito Santo." (Judas 20)