Todo Dia Com Jesus

Hebreus 12:18-29

Novamente aqui é ressaltada a diferença entre o que a lei oferecia e o que o cristão possui em Cristo. Em vez do terrível Sinai, a graça que Deus manifestará em Sião no reino vindouro do Messias (Salmo 2:6). Mas os filhos de Deus são conduzidos a uma classe mais elevada de bênçãos. Eles são convidados a escalar a montanha da graça, a entrar pela fé na "cidade do Deus vivo", a Jerusalém celestial, e a saudar seus habitantes. Ali encontrarão muitos milhares de anjos, depois a "congregação dos primogênitos", ou seja, a Igreja. Ao final, o próprio Deus, o "Juiz de todos", os receberá como redimidos por Seu Filho. Voltando à base da montanha, aos fundamentos de toda essa glória, encontrarão os espíritos dos que foram "aperfeiçoados" (capítulo 11), e o Senhor Jesus, "o Mediador da nova aliança" selada com Seu próprio sangue.

Certo cântico diz que "o céu é nossa casa". Se todas as coisas terrenas são mutáveis e passageiras, o cristão recebe um reino inabalável; tem o nome escrito nos céus (Lucas 10:20). E a mesma graça que nos dá acesso a tudo isso, também nos permite servir ao Deus santo - não da maneira que é aceitável a nós, mas a Ele. A reverência e o temor de desagradar ao Senhor nos manterão no caminho de Sua vontade.

Compartilhe: 
Boa Semente 2020

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança