Todo Dia Com Jesus

Gálatas 1:11-24

Que bem-aventurança é para nós poder depositar toda a nossa confiança na Palavra de Deus! Se o Evangelho anunciado por Paulo fosse segundo o homem, então, sim, os gálatas teriam motivo para aceitar complementações ou modificações. Mas não havia nada disso. E para testificar bem a fonte divina de seu ministério, o apóstolo relata sobre a extraordinária maneira na qual este lhe foi confiado. Foi Deus que o separou (v. 15), foi Deus que revelou o Seu Filho nele, foi Deus que novamente lhe formou em Sua escola, sem a instrução humana, no deserto da Arábia. Ademais, Cristo lhe tinha chamado diretamente desde o céu (Atos 9).

Pela conduta anterior à sua ida a Damasco, o apóstolo Paulo nos ensina que é possível ser absolutamente sincero e ao mesmo tempo ser absolutamente inimigo de Deus (João 16:2). Mas quão querida lhe era agora essa igreja de Deus, a qual, noutro tempo, ele "perseguia sobremaneira". Imitemos essa devoção pelo Senhor e pelos Seus, esse zelo para "pregar a fé"! (v. 23). Mas notemos que, antes de falar a outros de Seu Filho, Deus se agrada em "revelá-LO" em nós (v. 16) e quer produzir em nosso coração o incomparável conhecimento de Cristo, para que o nosso testemunho possa dEle emanar (2 Coríntios 4:6).

Compartilhe: 
Apostasia

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança