Todo Dia Com Jesus

João 12:37-50

Com o capítulo 12 se encerra uma grande divisão deste Evangelho. A partir do capítulo 13 o Senhor se dirigirá exclusivamente a Seus discípulos. Assim, temos aqui as Suas últimas palavras ao povo de Israel. De agora em diante, e conforme profetizou Isaías, essa nação estará endurecida. João 1:11 confirma-se como verdadeiro: Ele "veio para o que era seu (Israel), e os seus não o receberam". Mas o versículo seguinte também tem sido confirmado. Alguns O receberam e obtiveram o direito de se tornarem filhos de Deus. Mesmo entre os governantes, vários creram nEle sem atrever-se, contudo, a dar testemunho de sua fé. E a razão que nos é dada é "porque amaram mais a glória dos homens, do que a glória de Deus" (v. 43). Nós, a quem do mesmo modo falta coragem para confessar a nossa fé, perguntemo-nos a nós mesmos: não é este também o nosso motivo?.

Uma última vez Jesus declara pública e solenemente o caráter divino de Seu ministério. Ele é o Enviado de Deus que, ao mesmo tempo, é a perfeita imagem do Pai (v. 44, 49; Hebreus 1:3). Todas as Suas palavras expressaram verdadeiramente os pensamentos de Deus. Devemos meditar sobre este maravilhoso exemplo e, quanto a nós, aprender dEle o que devemos dizer e como devemos falar (v. 49).

Compartilhe: 
Congresso 2020

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança