Todo Dia Com Jesus

Lucas 19:11-28

Esta parábola nos apresenta ao mesmo tempo a rejeição do Senhor Jesus como Rei (v. 14) e a responsabilidade dos Seus durante o tempo de Sua ausência. Na parábola dos "talentos", em Mateus 25, cada servo recebeu uma soma diferente segundo a soberana vontade de seu senhor, mas a recompensa pela fidelidade era a mesma. Nesta parábola, pelo contrário, foi confiada uma mina a cada servo enquanto que a recompensa é proporcional à sua atividade. A cada crente Deus dá a mesma salvação, a mesma Palavra, o mesmo Espírito, sem falar dos variados dons dispensados a cada um. Contudo, nem todos têm o mesmo zelo em aplicar essas bênçãos para a glória de seu Mestre ausente. Pois o segredo do serviço é o amor por Aquele a que servimos. Quanto maior o amor, maior será a dedicação. O terceiro servo considerava seu senhor rigoroso e injusto, por isso o odiava e não trabalhou para ele. Este servo representa todos os que apenas levam o nome de cristãos, dos quais Deus tirará aquilo que aparentam ter (v. 26).

Pode infelizmente ocorrer que até mesmo os verdadeiros filhos de Deus aceitem os dons e se neguem a se dedicar ao serviço. Frustram assim os desejos do Senhor e, por fim, privam-se a si mesmos do fruto que Ele gostaria de ter gozado junto com eles.

Compartilhe: 
Guia Para Cristãos Desanimados

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança