Todo Dia Com Jesus

Lucas 11:37-54

Pela segunda vez, o Senhor Jesus é convidado a comer com um fariseu (compare capítulo 7:36). Desta vez o Seu anfitrião até ousa criticá-LO. Então, num discurso veemente, Aquele que conhece os corações dos homens denuncia a maldade e a hipocrisia desta classe que tinha responsabilidade diante do povo. Dando uma piedosa aparência aos olhos dos homens, esses escribas e fariseus escondiam um estado interior de corrupção e de morte, tal como os sepulcros sobre os quais as pessoas pisam sem dar-se conta.

Quem jamais ousaria falar desse modo com aquele que O convidou? Mas, o Senhor Jesus, segundo o testemunho dos próprios fariseus, era verdadeiro e não se importava com quem quer que fosse, porque não olhava a aparência dos homens (Mateus 22:16). Que exemplo para nós que sabemos cuidar tão bem de nossa reputação aplicando palavras amáveis (embora sempre sejam sinceras!). Esta pretensa cortesia, que no fundo é uma prova de falsidade e de formalismo, é o que o Senhor Jesus condenava nos fariseus.

Por não terem podido contradizer o Senhor, Seus adversários buscam surpreendê-LO nalguma falta. Algumas expressões do Salmo 119 nos dão a conhecer as Suas orações enquanto sofria tal oposição (Salmo 119:98, 110, 150...).

Compartilhe: 
Boa Semente 2020

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança