Todo Dia Com Jesus

Lucas 9:18-36

As multidões consideravam o Senhor Jesus como um profeta e não como Cristo, o Filho de Deus (v. 19). Isso leva o Senhor a falar de Seu caminho de rejeição e sofrimento, no qual convida os Seus a segui-LO. Este caminho não requer apenas que se abra mão de certas coisas, mas a negação de si mesmo e de sua própria vontade. Os cristãos estão mortos para o mundo e suas paixões (Gálatas 6:14), mas estão vivos para Deus e para o céu. Por outro lado, os que querem viver suas vidas aqui na Terra têm perante si a morte eterna. O que está em voga nesta escolha tão decisiva é a nossa alma, e ela é mais valiosa que o mundo inteiro!

Ao mesmo tempo em que revela este difícil caminho da cruz, o Senhor, para animar os Seus, deseja mostrar-lhes onde ele termina: na glória com Ele. Qual será o grande tema de conversação lá no monte da transfiguração? A morte do Senhor Jesus. Ele fala acerca dela com Moisés e Elias, visto não poder fazê-lo com os Seus discípulos (V. 22; Mateus 16:21-22). Mas, por maiores que sejam estas testemunhas do Antigo Testamento, devem desaparecer diante da glória do "Filho amado". A lei e os profetas chegaram ao seu fim; de agora em diante Deus fala através de Seu Filho. Escutemo-LO! (V. 35; Hebreus 1:2).

Preocupação

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança