Pescadores de Homens

Quando Jesus chamou quatro homens de seu trabalho regular como pescadores para se tornarem Seus discípulos, Ele disse: “Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mt 4.19). Pescadores de homens é uma bela figura de linguagem para descrever aqueles que ganham almas.

Caminhando junto ao mar da Galiléia, viu os irmãos Simão e André, que lançavam a rede ao mar, porque eram pescadores. Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então, eles deixaram imediatamente as redes e o seguiram. Pouco mais adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco consertando as redes. E logo os chamou. Deixando eles no barco a seu pai Zebedeu com os empregados, seguiram após Jesus” (Mc 1.16-20).

Verdadeiramente, esses homens se ligaram ao chamado de Jesus, pois Marcos diz que eles largaram seu barco com o restante da tripulação ainda dentro dele e O seguiram imediatamente.

Eles estavam acostumados a trabalhar com as redes, às quais tinham que dar manutenção diária para poderem jogá-las ao mar. Além do próprio barco, as redes eram seu instrumento de trabalho mais importante. Quando jogamos nossas redes para pescar almas, há verdades importantes que precisamos aplicar – como vemos nas redes desses pescadores.

Teça as Redes Com Diligência

Nesses versículos, dois irmãos, Tiago e João, estavam remendando suas redes, amarrando os nós nas cordas para consertá-las. Você alguma vez já pensou no que é uma rede? É apenas um punhado de furos amarrados uns aos outros. Não é nada importante. Exatamente o que somos – um grupo de pessoas nada importantes. Mas, se ajuntarmos muitas pessoas nada importantes, elas se tornam poderosas.

Assim como uma rede é tecida e entrelaçada, as pessoas são tecidas e entrelaçadas umas junto com as outras; e aí há um poder tremendo. Tecidos juntos na unidade do Espírito, nós realizamos muito mais do que qualquer indivíduo sozinho poderia fazer por si mesmo. Há poder na cooperação. Você faz uma pesca muito mais bem sucedida com uma rede do que sozinho, com um anzol e uma linha. Precisamos aprender que não somos apenas independentes, mas somos também interdependentes. Juntos, nós nos damos as mãos e trabalhamos em unidade para abarcar o mundo.

Conserte a Rede Imediatamente

Não podemos viajar pelo mar da humanidade e manter a rede dentro do barco. Temos que descer e jogar a rede por Jesus.

Devemos nos entristecer quando alguma coisa acontece com a rede. Quando uma rede se rompe, quando há um buraco ou um rombo, alguns dos peixes que deveríamos pegar escapam. Este é o motivo por que o Diabo vai querer rasgar nossas redes, causar um rombo nas amizades sempre que ele puder. Quando ocorre um rasgo, qual é o nosso dever? Gálatas 6.1 nos diz: “Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado”.

A palavra corrigi-o é a mesma palavra que restaurar usada para consertar uma rede. Aqueles dentre nós que fazemos parte de um grupo, ou uma equipe, precisamos nos apressar, com brandura, para consertar a rede.

Trabalhe na Rede Obedientemente

Em Lucas 5.4-5, vemos Jesus ensinando a Seus discípulos (e nos ensinando também) alguns princípios que eles tinham de entender, uma vez que deveriam se tornar pescadores de homens. Jesus veio a eles na praia e aconselhou a Simão: “Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. Respondeu-lhe Simão: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos, mas sob a tua palavra lançarei as redes”.

Não quer dizer que eles fossem preguiçosos. Eles haviam trabalhado. Mas estiveram labutando incansavelmente durante a noite toda, trabalhando febrilmente na energia da carne. Eles estavam pescando sem o poder do Senhor.

Dá trabalho pescar, mas é preciso muito mais do que trabalho para ser bem-sucedido. “Mestre, havendo trabalhado a noite toda, nada apanhamos”. Observe que o lamento se refere a “nós” [nós trabalhamos e nós não apanhamos] e ao fato de não terem conseguido “nada”. Em João 15.5, Jesus diz “Sem mim nada podeis fazer”. Se você sai para ser um ganhador de almas, mas não ora, se você trabalha na energia da carne, você certamente fracassará. Devemos depender do Senhor.

Aqui, em umas poucas palavras temos uma história de fracasso, fé e sucesso. Fracasso: “Havendo trabalhado a noite toda, nada apanhamos” (Lc 5.5). Fé: “Mas sob a tua palavra lançarei as redes” (v.5). Sucesso: “Isto fazendo, apanharam grande quantidade de peixes; e rompiam-se-lhes as redes” (v. 6).

Não creio que esse relato esteja na Bíblia meramente como uma história sobre peixes ou que Simão se gabaria sobre o tanto de peixes que pescou. Ela está ali para nosso benefício. Nós também somos tecidos juntos; devemos depender somente de Jesus quando jogamos nossas redes para trazer nelas muitas almas para Ele.

Dá trabalho pescar, mas é preciso muito mais do que trabalho para ser bem-sucedido.

Nós também devemos começar. Alguém disse que o cristão comum preferiria ser o zelador do aquário a ser um pescador de homens. Não podemos viajar pelo mar da humanidade e manter a rede dentro do barco. Temos que descer e jogar a rede por Jesus.

Você poderá ouvir alguém dizer: “Eu só quero que as pessoas olhem para a minha vida, e então elas vão querer ser cristãs”. Olha aqui, amigo, as pessoas não são salvas por causa da sua vida; elas são salvas por causa da morte de Jesus. Elas não precisam ver que pessoa maravilhosa você é. Elas precisam saber quão maravilhoso Jesus é.

Lave as Redes Continuamente

Antes que Jesus instruísse Simão a jogar sua rede, Ele “viu dois barcos junto à praia do lago; mas os pescadores, havendo desembarcado, lavavam as redes” (v.2). Um daqueles barcos pertencia a Simão. Ele estava trabalhando, lavando suas redes. Qualquer rede, por boa que seja, vai catar entulhos. Se você não lavar a rede, eis o que vai acontecer:

• Ela vai passar mau cheiro para o seu barco. A rede pega peixes mortos, algas e barro do fundo do mar ou do rio – conseqüentemente, todas essas coisas são trazidas para dentro do barco.

• As cordas vão apodrecer. Se você permitir que imundícies emporcalhem sua rede, ela finalmente vai apodrecer e se desintegrar.

• O trabalho vai ficar mais difícil. A rede é feita para ser quase que invisível e para escorregar livremente dentro da água.

• Ela vai espantar os peixes. Os peixes podem ver a sujeira na rede até de uma longa distância.

Cada pessoa deve adotar as características de um pescador, tendo compaixão daquelas almas que estão perdidas e coragem para dar o primeiro passo e jogar a rede.

Algumas pessoas têm medo de lavar as redes, pensando que as coisas que estão nelas simplesmente fazem parte delas. Nós nos tornamos zelosos daquele estado de coisas, amedrontados de mudar nossos planos feitos por homens. Quando nos mantemos fazendo alguma coisa porque sempre a fizemos, e temos medo de lavar as redes para procedermos a uma limpeza em nossa organização, então chegamos a um lugar perigoso. Precisamos continuamente de revisão, reavaliação e recomendação, limpando constantemente a rede e mantendo nossa vida limpa e pura, lavando todo o lixo do pecado e toda atividade desnecessária.

Cuide-se para nunca chegar a adorar a rede. A coisa mais valiosa não é a rede; são as almas. Nós adoramos a rede quando a lealdade ao nosso programa significa mais do que lealdade à Palavra de Deus. Adorar algo que não seja o Deus Todo-Poderoso é idolatria. Que Deus nos guarde de fazer tal coisa.

Jogue Sua Rede

Que maravilhoso é unir coração e mãos com as pessoas ao redor do mundo e amar esse mundo para Jesus Cristo. Para fazer isso cada pessoa deve adotar as características de um pescador, tendo compaixão daquelas almas que estão perdidas e coragem para dar o primeiro passo e jogar a rede.

Certa vez um homem sábio disse: “Quando pescamos peixes, os tiramos de uma linda vida e os trazemos para a morte; mas quando pescamos homens, os tiramos da morte e lhes apresentamos uma linda vida”. (Adrian Rogers - Israel My Glory - http://www.chamada.com.br)

O já falecido Adrian Rogers foi conhecido por seu ilimitado compromisso com a Palavra de Deus. Pastor da Igreja Batista Bellevue, com 29 mil membros, em Memphis, Tennessee (EUA), o Dr. Rogers também foi, por três mandatos, presidente da Convenção Batista do Sul, e fundador do ministério “Love Worth Finding” [O Amor Que Vale a Pena Encontrar].

Publicado anteriormente na revista Chamada da Meia-Noite, março de 2011.

Revista mensal que trata de vida cristã, defesa da fé, profecias, acontecimentos mundiais e muito mais. Veja como a Bíblia descreveu no passado o mundo em que vivemos hoje, e o de amanhã também. Assine aqui »

994

Chamada.com.br - CNPJ: 92.898.188/0001-55 - Endereço: Rua Erechim, 978 - Porto alegre, RS - 90830-000



Revistas Online


Recomendamos:


  DVD Encorajamento Para a Reta Final
de R$ 12,90
por R$ 9,90
confira »

  DVDs Obediência e Fidelidade + livro Cutucando (Haroldo Reimer)
de R$ 42,50
por R$ 29,90
confira »

  DVD Fidelidade
R$ 12,90
confira »

  DVD Obediência
R$ 12,90
confira »

  Liberdade em Cristo - Entendendo a Epístola de Paulo aos Gálatas
R$ 24,90
confira »

  As Marcas na Vida de Davi
R$ 17,90
confira »

  Servir? No mundo de hoje?
de R$ 19,90
por R$ 12,90
confira »
Mais sugestões »