Todo Dia Com Paz

Quarta-feira 11 Janeiro

A graça salvadora de Deus se há manifestado

(Tito 2:11).

A GRAÇA DE DEUS

"Graça" e " misericórdia" são frequentemente usadas como sinônimas, havendo pouca diferença em seus significados. Nas Escrituras a misericórdia está principalmente associada com a necessidade do recipiente, enquanto a graça faz a mesma tornar-se proeminente. A graça implica a vontade e a habilidade de tratar um transgressor melhor do que ele merece. A questão do castigo pode ser completamente abandonada. A graça é uma das qualidades mais cativantes de Deus: ela deixa o pecador perdoado espantado com admiração, pois Suas características divinas de santidade e justiça são completamente estranhas ao homem e não admitem nenhum compromisso com o pecado.

A única maneira para nós que estamos, por natureza, arruinados pelo pecado, nos tornarmos aptos para, até mesmo, nos aproximarmos da presença de Deus era o próprio Deus tomar a iniciativa. Isso Ele fez quando enviou Seu Filho para ser o Salvador do mundo. Deus ordenou a sentença de morte sobre todos os seres humanos como punição pelo pecado. Ele tratou com Seu povo de Israel com base na lei do Sinai. Mas na hora que o Senhor Jesus entrou no cenário do pecado e miséria, um novo relacionamento tornou-se possível porque "a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo" (João 1:17). Que bênçãos e privilégios tornaram-se disponíveis a nós desde que Cristo se humilhou por nossa causa, de tal maneira que nós, "para que, pela sua pobreza, enriquecêsseis" (2 Coríntios 8:9)!

 

Contribua com este ministério

Realizamos a obra com poucos recursos e precisamos do seu apoio para mantê-lo e expandi-lo. Ajude-nos a alcançar mais pessoas com a Palavra de Deus!

Saiba como contribuir
Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança