O Milagre da Metamorfose

Thomas Lachenmaier

O fato de o homem, após a sua morte e decomposição, continuar vivendo em uma dimensão diferente, está além de nossa imaginação. O estado de consciência do homem na vida eterna – partindo de como é atualmente – será muito diferente, o que podemos concluir do que a Bíblia afirma. O corpo físico das pessoas que continuarão existindo no Céu terá então bem poucas semelhanças com o nosso frágil, limitado e dolorosamente vulnerável corpo físico atual.

Deus concede ao homem, através da observação da natureza, conhecimento e imaginação. Fenômenos biológicos, como o grão moído na terra, que morre e produz muitas vezes nova vida, é uma imagem tremenda. A Bíblia a usa em 1Coríntios 15, comparando a crença na ressurreição dos mortos com a ressurreição de Jesus.

Talvez a imagem mais marcante da morte e ressurreição para uma nova vida seja a lagarta, que da sua morte surge uma linda borboleta – com um corpo inteiramente novo e uma vida e ambiente completamente diferentes, um mundo paralelo ao da lagarta. A lagarta encasulada é quase completamente dissolvida pelos seus próprios sucos digestivos. Desta destruição, apenas algumas células são poupadas. Durante a fase como larva, estas células não têm qualquer função. Mas a partir delas é desenvolvida a nova estrutura da borboleta. Uma criatura belíssima surge. Isto é um milagre, um que podemos ver.

Deus faz o incompreensível perfeitamente claro para o ser humano – por meio de fenômenos observáveis e ilustráveis na natureza! (Thomas Lachenmaier — factum-magazin.ch)

Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança