Amado infinitamente

Com amor eterno eu te amei; por isso, com benignidade te atraí” (Jeremias 31.3 – RA).

E então aconteceu! Num pequeno povoado, um aeromodelo, em um voo rasante, atingiu um cão de pastoreio. O animal ferido ficou deitado na rua, contorcendo-se de dor. Chamada de emergência! Em poucos minutos os socorristas estavam no local. Em seguida, houve a remoção de urgência para uma clínica veterinária. Uma das pernas estava fraturada. Devidamente atendido, com uma tala de gesso tecnicamente adequada, algum tempo depois o animal foi devolvido aos cuidados de seu dono.

Após algumas semanas, todo o episódio estava esquecido. No entanto, como acontece muitas vezes na vida de um cachorro, em suas correrias, um dos seus colegas de aventuras pisou em um caco de vidro. Agora, o quadrúpede foi obrigado a coxear em somente três patas.

Pouco tempo depois, os dois cães estavam parados diante da clínica. “Não é este o cachorro no qual colocamos uma tala de gesso há pouco tempo?”, indagou a senhora à entrada da clínica. “Agora ele está aí na frente com um colega, como se tivessem marcado uma consulta com o médico-chefe”.

Um dos atendentes se aproximou dos dois, curiosamente e com cuidado, e verificou que um deles estava com uma das patinhas erguida, a qual sangrava muito.

Agora estava tudo esclarecido: ele estava pedindo ajuda! O cão que havia sido ferido anteriormente sabia onde ele mesmo encontrou ajuda e agora alguém poderia se importar também por seu amigo.

Esse acontecimento real não é algo comovente?

Talvez você também esteja agora com a “patinha” machucada porque aconteceu algo muito dolorido. É possível, no entanto, que você tenha entrado com sua “patinha” em algum lugar e agora não sabe como se livrar dessa situação. Em tudo isso, porém, você pode ter certeza de uma coisa: “Com amor eterno eu te amei”.

Essa é a razão pela qual o socorro de Deus é seguro. Você está ciente disso? A fidelidade e a compaixão de Deus nunca perdem você de vista. O Senhor Jesus não permanece indiferente à sua situação! Por isso, você não precisa continuar mancando com a “patinha sangrando”. Lembre-se da história do cachorro. Ele sabia onde procurar ajuda. Você também sabe! Não importa qual seja a dor de sua alma: o Senhor deseja dar a você um atendimento que cura. Coloque-se confiadamente nas mãos dele. Ele tem as melhores intenções para com você. Você talvez tenha nesse momento muitos enigmas causando dor de cabeça – as soluções não são de sua responsabilidade.

Você não consegue modificar fatos, por isso pare de cismar! Isso não leva a lugar algum. Não permaneça paralisado na catástrofe. Lembre-se da onipotência de Deus, pois para ele nada é impossível! Você, sendo filho de Deus, pode se dar ao extremo luxo de, apesar das dificuldades e problemas momentâneos, permanecer confiadamente na paz de Deus. Aproveite isso! Quem mais pode fazê-lo?

Lembre-se da promessa acima! Ela é igual a um canhão de luz halógena, que penetra em qualquer escuridão. Ela continua firme mesmo que haja mil leões o assustando com seus urros: entre você e as bufadas das feras está a mão de Deus. Ninguém pode causar mal ou prejuízo porque você é infinitamente amado por ele. E agora não fique olhando de lado para os outros, imaginando que essa maravilhosa Palavra de Deus se refere mais a eles do que a você. Permita que o próprio Deus lhe diga que isso se refere a você! Sim, você que está doente e acamado, ou em uma cadeira de rodas, ou no asilo, ou com lutas diárias na família, ou ainda na turbulência dos negócios, como todas as suas preocupações. Você não tem motivo algum para se considerar rejeitado e posto de lado. E isso mesmo que sua vida tenha comprovado que o seu passado é inútil e que o futuro não tenha valor apreciável.

A fidelidade e a compaixão de Deus nunca perdem você de vista.

Essa promessa consegue resgatar o mais pobre e fracassado mendigo de seu naufrágio! Mediante essa maravilhosa promessa, o desânimo e os complexos de inferioridade não têm mais visto de permanência. Quem, quando lê sobre a confirmação do amoroso cuidado de Deus para a sua vida, não sente o coração bater mais forte? Com pleno direito você pode suspirar aliviado, porque a sua consciência não está mais sob a acusação de Deus. Você pode comemorar essa certeza firmada na rocha da sua eterna salvação, porque por meio da fé no sangue vertido de Jesus Cristo você é eternamente justificado!

Eu sei que quase não ousamos pronunciar essa palavra da justificação. Há diversas falhas em nossa vida que nos oprimem. Mesmo assim, a situação continua a mesma. Quem compreendeu isso não tem dificuldade alguma em dobrar seus joelhos diante do seu Salvador e falar a ele, com o coração comovido, tudo o que o seu coração sente. — Manfred Paul

Manfred Paul é autor de muitos livros, folhetos e brochuras que foram distribuídos em mais de 30 países, encorajando milhões de pessoas. Casado há mais de 50 anos, tem 3 filhos e 10 netos. Foi Diretor e encarregado das missões da organização internacional Janz Team (agora TeachBeyond), em Lörrach, Alemanha. Por 24 anos foi evangelista e líder espiritual da missão Werner Heukelbach, onde pregou na Alemanha e no exterior. Também participou de transmissões de rádio em diversos países, como Alemanha, Rússia e Equador. Aos 76 anos, ele não pensa na bem merecida aposentadoria. Toda a sua vida está a serviço do Senhor Jesus Cristo.

Veja artigos do autor

Fale ConoscoQuem SomosTermos de usoPrivacidade e Segurança